Em 1991, a Volkswagen foi a primeira montadora do país a utilizar freios ABS. A honra foi do Santana, na época carro de luxo da VW, hoje, repaginado e lançado como Passat.

A proposta do freio ABS “anti-lock Braking System” em inglês, é o travamento das rodas. Antes que essa tecnologia fosse implementada, motoristas mais experientes e até pilotos de corrida usufruiam da técnica de “bombeamento” nos freios. O que mantém a tração nas rodas e é capaz de mudar a direção do veículo.

A função do ABS não é reduzir o espaço da frenagem, mas sim, facilitar o controle do veículo ao condutor. Por isso, a regra é dominar o freio! Afunde o pé com firmeza enquanto guia seu veículo para um lugar seguro, mesmo se houver vibrações no pedal.

O Sistema de freio Antitravamento tornou-se obrigatório para todos os veiculos comercializados no Brasil, através do Conselho Nacional de Transito (CONTRAN). A tecnologia além de preservar a segurança de quem está dentro do veículo, também protege quem estiver proximo, como outros veículos e pedestres.

Estudos foram realizados e foi comprovada a diminuição de até 37% o risco de acidentes fatais. O componente é um marco na segurança dos automóveis e a VW carrega o posto de pioneira do país!